"Fotografias de Vitorino de Sousa (VS) e Miguel Bartolomeu (MB)"

Vitorino de Sousa

Alguns dizem: "As coisas não são o que parecem!" Pois é claro que não são! Porque a realidade não é formada apenas pela dimensão física em que nos encontramos. Por isso, mesmo que olhemos para as coisas com outros olhos, nunca chegaremos a ver o que as coisas realmente são.

Um exemplo clássico - e já que estamos no campo da fotografia, que é o Reino da Luz - é o de os olhos humanos não captarem os infravermelhos e os ultravioletas. Logo, um objecto visto à luz comum não é aquilo que parecer ser; é aquilo que os nossos olhos conseguem ver.

Seja como for, mais vale olhar com outros olhos do que com aqueles, comuns, que olham mas pouco vêem. Daí o título «Significados do Olhar», que o meu filho Miguel Bartolomeu sugeriu para este sítio.

Concordei inteiramente.

PS . Veja, também, a galeria «Singelezas» em: http://www.1000imagens.com/autor.asp?idautor=1696 e a galeria «Macro» em: http://olhares.aeiou.pt/bartok

olhares.sapo.pt